ARTICLE TITLE:

REFERENCE TYPE:

AUTHOR(S):

EDITOR(S):

PUBLICATION DATE:

PUBLICATION TITLE:

VOLUME:

PAGES:

ABSTRACT:

Trepadeiras do Parque Estadual de Porto Ferreira, Brasil

Biota Neotropica

Vargas, B. D. C., Oliveira, A. P. C., Udulutsch, R. G., Marcusso, G. M., Sabino, G. P., Melo, P. H. A. D., ... & Assis, M. A.

2018

Biota Neotropica

18(2)

O levantamento florístico das trepadeiras foi realizado em um ecótono de Floresta Estacional Semidecidual (FES) e Cerradão (CER), no Parque Estadual de Porto Ferreira, Sudeste do Brasil. Realizamos coletas mensais dos espécimes reprodutivos ao longo de dois períodos, março 2010 a setembro 2011, abril e julho 2015. Os levantamentos foram realizados por meio do método de caminhada e os indivíduos amostrados foram classificados quanto ao hábito, mecanismo de ascensão e síndrome de dispersão. No geral, foram registradas 109 espécies, pertencentes a 67 gêneros e 29 famílias. Dentre essas, 49 espécies ocorrem nos dois tipos de vegetação, sendo que 29 e 31 espécies são exclusivas de FES e CER, respectivamente. Bignoniaceae e Malpighiaceae foram as famílias mais ricas com 17 espécies, seguidas por Sapindaceae (12 espécies), Asteraceae e Apocynaceae (8 espécies cada) e Fabaceae (6). A maioria das espécies de trepadeiras são lianas, volúveis e anemocóricas, correspondendo a 70%, 47% e 66% de toda a amostra, respectivamente. Neste trabalho, acrescentamos uma nova família e 14 espécies para a lista de trepadeiras do Cerrado paulista e 10 espécies para a lista brasileira de trepadeiras em Floresta Estacional Semidecidual. Portanto, contribuímos para o conhecimento da diversidade de trepadeiras em tipos vegetacionais pouco estudados para este grupo de planta, destacando o Cerradão, no qual encontramos novos registros para um grande número de espécies.

URL: